sexta-feira, 25 de março de 2016

Como andam as coisas

Oi, gente. Faz tempinho que não posto aqui, resolvi fazer um post pra atualizar. 
Nesses últimos meses nada mudou. Continuo a mesma ridícula porca gorda. 

Sobre dieta: Janeiro foi uma desgraça total, Fevereiro fiz 19 dias de ABC (yay!) mas aí quebrei (aff), e março tá sendo um meio termo. Não to tendo muitas compulsões, to comendo só frutas e verduras mas to empacada no peso faz tempo. To sem ânimo nenhum pra fazer algo de diferente. Preciso, urgente, mas não me empurro pra fazer. 

Sobre a depressão: Está à toda. Não tenho ânimo pra absolutamente nada, em todo tempo livre que tenho ou eu fico lendo ou vendo séries, tudo pra não me deixar pensar, tudo pra manter a cabeça ocupada. (caso eu não me mantenha ocupada, fico pensando em como seria melhor se eu me matasse de uma vez ou então me corto, ridículo, eu sei).

Sobre a solidão: Também está à toda. Não tenho absolutamente nenhum amigo. Nenhum. NENHUM. Podem achar que to exagerando, mas não, é verdade, não tenho NINGUÉM com quem sair, conversar, ninguém nem sequer pra dar um oi no whats. Ninguém. 

Autodestruição à mil. 
Uso, bebo, tomo tudo o que consigo por as mãos, pensando "tomara que meu corpo não aguente e eu tenha um infarto". Dirijo decidindo se eu não deveria seguir reto nesta curva, ou se não deveria invadir a pista ao contrária e ir de encontro a essa carreta. Não sei se teria mesmo coragem de me suicidar, mas morrer é a única coisa que fica na minha cabeça o dia todo, da hora que acordo à hora que eu vou dormir, me transbordando. 

Não precisam me dizer que preciso de um psicólogo/psiquiatra, eu sei muito bem disso. Com a depressão eu não tenho ânimo pra nada, muito menos pra procurar ajuda. 

É isso por enquanto. keep strong.

6 comentários:

  1. Cassie. <3
    Me vi em quase seu post inteirinho e por isso, sei como se sente...
    Eu estou passando por uma fase bem parecida, onde o desânimo é tão grande, que até para tomar banho tem sido uma luta. E o pior é que esse tipo de coisa, ao menos comigo, me deixa ainda mais com vergonha de mim mesma, o que não ajuda em nada para sair desse buraco...
    Também comecei a ABC em fevereiro e jaquei ela...
    E também tenho convivido com a solidão, assim como você. Até mesmo tranquei a faculdade, pois minha cabeça não aprende as coisas e isso faz com que eu me sinta mais burra do que já sou naturalmente...

    Espero de verdade que você consiga melhorar e fazer com que as coisas deem certo. *-* Ninguém merece viver no fundo do poço a vida inteira. =/

    Keep strong. ♥

    ResponderExcluir
  2. Cass
    não está sozinha, se quiser podemos trocar telefones e falar por wpp.
    Mande no meu email, que é mais seguro: dicasanasemiassempre@gmail.com

    Melhoras ://

    ResponderExcluir
  3. Estou na mesma. Estou muito desanimada com tudo.
    A vida está uma merda.
    Tudo virou um caos...
    Todo dia fico olhando pra parede e pensando no que aconteceu nesses últimos tempos para a minha vida estar tão merda...

    Força, borboleta.

    ResponderExcluir
  4. Faz muuuuitooo tempo que não abria nenhum blog... mas agora estou aqui. Parece que por mais que a gente tenta se afastar de coisas que fazem "mal", a gente sempre volta pro mesmo lugar.
    Bem, só queria dizer que te entendo sobre a solidão. Sei já faz tempo como é não ter absolutamente ninguém, como é esperar por uma mensagem no whats que nunca vem, como é ver a luzinha brilhando, criar expectativa e descobrir que era apenas uma tualização do celular. Eu entendo. Infelizmente.
    Se precisar conversar, estarei aqui :)
    Até mais

    ResponderExcluir
  5. Oii, Cassie!
    Bom, meu medo não é nem morrer em si, mas a consequência dos meus atos. Meu temor é acabar impossibilitada numa cama, vegetal, cadeira de rodas, dependendo de alguém pra tudo.
    A depressão não é diferente, me impossibilita de ir e vir, mas só de saber que a única sequela que eu tenho da minha tentativa, é me sentir uma fracassada, me sinto até pseudo livre.
    Tenta procurar algo que te anime, ocupe sua mente com coisas produtivas! Não aceite essa condição!
    Estarei torcendo por você! ♡

    ResponderExcluir
  6. Ah, ps: Eu tô há um ano numa cidade nova, tipo, sai do Sudeste e tô morando no Norte. Me sinto sozinha? Sempre! Mesmo morando com a minha irmã... Não tenho "muuuuuitos" amigos aqui, mas se esse um ano fora serviu pra alguma coisa, foi pra me mostrar que talvez a maior felicidade é aprender a sorrir sozinha.

    ResponderExcluir