segunda-feira, 18 de novembro de 2013

and life goes on...



Tantas coisas aconteceram nesse mês de novembro... e nenhuma coisa boa.
Por ordem cronológica: 

Voltei a morar com minha mãe. Depois de morar dois anos sozinha, não tive mais condições de manter meu apartamento e tive que voltar a morar com ela. Mas estou tentando ver isso não como uma coisa ruim, mas como uma coisa boa. Apesar da minha liberdade diminuir, vou ter que me forçar a ser mais social e agir como uma pessoa normal. Enquanto eu morava sozinha eu estava me isolando demais do mundo, já estava na hora de eu ter que voltar a viver. 

Meu avô faleceu. Fui visitá-lo semana passada, passei o final de semana da casa dele e da minha vó. Ele estava ruinzinho, todo mundo já sabia que uma hora ou outra ele ia partir. Cheguei em casa domingo a noite. Segunda de manhã recebo a notícia que ele havia falecido. :(

Terminei com meu namorado. Ontem, depois de 2 anos e meio juntos. Ele era uma pessoa ótima, super carinhosa e sempre me respeitava, porém não estava mais dando certo. A gente não combinava, ele estava ciumento demais das minhas amizades(e olha que quase não tenho amigos) e eu já não o amava mais. É assustador pensar que talvez no futuro eu me arrependa profundamente de ter deixado um cara ótimo que nem ele escapar, só que também não é justo pra ele a gente namorar só pelo meu medo de ficar sozinha. Ele chorou, implorou pra que eu não terminasse com ele, mas era a única opção. 

Espero que com essas mudanças eu deixe de ser essa pessoa reclusa e isolada que eu sou, que eu aprenda a ser mais sociável e a viver um pouco. 
Afinal, eu to só deixando a vida passar sem aproveitá-la. 

Essa semana vou comer somente salada e frutas. Não quero começar uma dieta muito restritiva, quero poder me recuperar desses últimos eventos sem me estressar com comida. 

Keep strong! 

5 comentários:

  1. Oi flor, nossa que mês hein. Sinto muito pela sua perda, mas ele está num lugar bem melhor agr, tenho certeza.
    Toda mudança mexe com a gente, nem sempre isso parece ser bom, mas os motivos dessas suas mudanças são bons sim, vc tem o intuito de reacender a vontade de viver e com toda certeza isso tudo veio pra te ajudar. Te desejo muita força e muita sorte com essas mudanças, vc vai ver como tudo será bom pra ti. Precisando, estou aqui, ok? Se cuida anjo.

    bjo

    ResponderExcluir
  2. Oi Cassie!

    Veja pelo lado bom das coisas mesmo, ainda bem que vc tem uma mãe pra quebrar o galho até vc se estabilizar de novo,afinal é a sua mãe, não será uma experiência tão ruim.

    Quanto ao seu avô sei que ele deve fazer muita falta mas vc aproveitou o seu velho até os últimos momentos,você esteve com ele por toda vida,então guarde as boas lembranças,estas nunca morrem.

    Quanto ao seu ex namorado,acredito que vc foi franca,muito sincera,e agora ele deve estar sofrendo,mas vc o poupou de um sofrimento ainda maior:no futuro ser casado com uma mulher que não o ama,a convivência debaixo do mesmo teto deixaria transparecer a verdade de uma forma ainda mais dolorosa,foi melhor assim.

    Agora que está solteira, vc pode e deve tentar sair mais com seus amigos e deixar-se divertir um pouco,afinal a juventude não dura para sempre,aproveite.

    Beijinhos ^^

    ResponderExcluir
  3. Sinto muito pelo seu vô, eu sei como é isso...
    é muito bom pra vc encarar essas mudanças como algo positivo, e é isso mesmo, temos que aproveitar a vida e não apenas assisti-la.
    Beijoos

    ResponderExcluir
  4. Sempre é bom tentar ver o lado bom das coisas,ajuda muito.Boa sorte nessa sua "nova vida",deve ser realmente difícil acostumar novamente morar com os pais depois de já ter experimentado viver sozinha,mas vai dar certo.Beijos

    ResponderExcluir
  5. Nossa, sua vida mudou bastante. Admiro sua coragem de terminar com o namorado assim, foi uma escolha altruísta, você fez o melhor para ele, mesmo ele não entendendo isso agora, =)
    Boa sorte na dieta das frutas, flor! =)

    ResponderExcluir