quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Sumiço - depressão

Sumi, eu sei. Hoje escrevo sobre o que eu mais temia: A depressão tomou conta de novo. Lembram como eu havia conseguido deixá-la de lado um pouco, tinha até "mudado"? Tinha começado o curso de moda, estava hiper animada... Mas parece que é verdade o que eu pensava láaaaa no fundo: A depressão nunca sai, nunca se extingue, só fica adormecida. 
Tenho pensado muito em suicídio ultimamente. Em como eu faria, o que eu sentiria, já pensei até no que escreveria numa carta para minha mãe e no post que deixaria publicado aqui. Já pensei em todos os mínimos detalhes. Mas no final, eu sei que não sou capaz de ir adiante. Eu sei que estou fraca agora, mas que não posso desistir. Existe uma pessoa forte dentro de mim, só preciso achá-la. Já passei por tanta coisa ruim, não é agora que vou desistir. 

Curso de moda: com a depressão, adivinhem. Larguei. O curso era a coisa que eu mais estava gostando ultimamente, estava extremamente interessada e gostando demaaaais, comprei vários livros, ganhei uma máquina de costura, passava o dia inteiro lendo blogs de moda. Porém eu não tinha forças pra sair na rua, pra encarar outras pessoas. A vergonha - talvez nem seja vergonha, não sei o que é - não me deixava sair. Eu só queria ficar sozinha em casa olhando pras paredes. Hibernando. 

Faculdade: Estou me arrastando pra ir, porém várias disciplinas eu já estou rodada por falta e as outras estou QUASE rodada. 

Peso: O que eu mais odeio em minha vida ironicamente é o que menos tenho feito para mudar ultimamente. Engordei, claro. A comida passou a ser uma companheira inseparável o dia inteiro, tão aconchegante. A mia seria uma ótima companheira pra mim, mas minha mente não me permite ("você só vai ficar ainda mais doente do que já é!")


Estou pensando em convidar meu namorado pra vir morar comigo(sim, eu, eu que prezo a liberdade mais que tudo, eu que amo minha privacidade, ficar sozinha e morar sozinha, eu que odeeeeeeio dividir as coisas, eu, que NUNCA me imaginei me juntando com ninguém!). Ele é uma pessoa extremamente boa, faz de tudo por mim, estamos juntos à um ano e meio(não sei como ele me aguenta) e ele está sempre tentando me animar. Eu acho que com ele aqui eu finalmente tomaria jeito na minha vida, pararia de hibernar(não fazer nada de útil durante o dia inteiro), pararia de faltar as aulas(ele não sabe que eu falto tanto assim) e pararia de ter tanta compulsão. Ele é 7 anos mais velho que eu, é sério, pensa em casamento, em ter filhos, em tudo isso(tudo coisa que eu não quero). Enfim, não sei o que fazer. Não sei. aaaaaaaaaaaaaaah. Eu queria poder dormir e acordar só daqui há uns dois anos. 

Ok, vontade de apagar tudo isso que escrevi aqui, porque lendo parece tudo bobagem da minha cabeça. Mas depois percebo em como a depressão está só destruindo minha vida. 
Ultimamente tenho pensado em ir num psiquiatra/terapeuta/sei lá. Quem sabe se tratando a depressão, eu não consiga emagrecer com saúde e ter uma vida normal? Parece um sonho, tão distante. 

Enfim, vou parar de escrever antes que eu desista de postar e apague tudo. Senti tanta saudade de vocês :x

Ps: acho que o título do blog deveria se chamar 'minha vida depressiva', porque né. 

19 comentários:

  1. Te entendo completamente. Passei por uma situação bem parecida faz 1 mês: chorando todo dia, pensando em desistir do mestrado, querendo comer tudo que tinha na geladeira... um horror mesmo!!! Juntei forças não sei de onde e comecei a focar no que tinha de positivo na minha vida (pq eu tava focando só no que tava ruim): meu namorado, meus pais, meu emprego e a culinária. Imagino que vc ame moda assim como eu amo culinária. Então foca nisso. É complicado falar, tem hora que não rola mesmo e a gente se entrega. Mas agora eu to beeem melhor! Me apoiei nos amigos e no meu namorado e to vendo a vida um pouco diferente. E se engordar, depois emagrece ;) força!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você melhorou flor! Me sinto tão bem quando vejo que outras pessoas melhoraram e foram 'pra frente' ♥
      Vou tentar fazer isso também, me focar nas coisas boas e positivas, e deixar as coisas ruins de lado.
      Obrigada mesmo pela força flor!
      beeeeijos, foorça sempre!

      Excluir
  2. Oi Boneca!
    Que triste a sua situação...

    Se você realmente não levou a idéia de suicídio adiante, acredite, não foi fraca, mas sim essa pessoa forte que mostrou pra você que não vale a pena.

    Fico feliz por vc ter encontrado uma pessoa tão boa quanto seu namorado na sua vida. Também não sei o que eu seria sem o meu, ele me dá um pouco de chão embora me faça engordar XD

    Quanto ao psicólogo/psiquiatra, eu já tive depressão e sei o quanto é horrível. Quando se chega ao ponto que nada mais parece interessante é que você realmente precisa procurar ajuda. E acredite, depois de cuidar desse aspecto frágil, você terá ainda mais força para correr atras do seu corpo perfeito <3

    Beijinhos ;*

    ResponderExcluir
  3. Oi Cassie!

    O assunto é muito sério mas o post ficou engraçado hahahahaha!

    Eu cheguei a fazer uma carta e escrever meu post de adeus no rascunho,chorei muito e desisti de tudo,resolvi me dar a última chance:uma R.A.

    Eu já convivo com a desgraçada da depressão há um bom tempo.
    Quanto mais vc se isolar,quanto mais você for para debaixo das cobertas,comer e dormir o dia inteiro é pior.Quando finalmente a desgraçada fizer vc jogar sua vida no lixo,desistir de trabalhar,estudar e acabar com seus relacionamentos,quando vc chegar a esse ponto,daí vc não vai mais querer tomar banho,escovar os dentes ou pentear o cabelo pq não vai se julgar mais merecedora.
    Logo estará presa em casa,cativa de sí mesma,como eu.

    A depressão lhe tira tudo que é mais precioso financeiramente,setimentalmente e psicologicamente,e o golpe de misericórdia vem com a sutil idéia do suicídio.
    Parece que é a única saída,mas não é verdade!

    Quer um conselho Flor?

    Não deixe a miserável da depressão estragar a sua vida.Mostre para ela que é você quem manda.

    Volte para o seu curso de moda,enquanto é jovem.
    Tire o foco do que é ruim e pense:
    "Mais um dia maravilhoso,só estou um pouco cansada!"

    Tenha visão,olhe para frente,observe o que vc vai conseguir com todo seu esforço,quando vc concluir sua faculdade e seu curso.Quanto vai ficar orgulhosa de sí mesma?

    Se vc é novinha ainda,e preza tanto a liberdade,eu alerto:morar junto e casar é a mesma coisa!
    Conviver não é fácil!
    Nós mulheres somos bobas,nos iludimos achando que os nossos namorados vão nos dar um jeito,nos colocar na linha,mas esses marmanjos são crianças grandes,e somos nós que acabamos cuidando deles,é trabalho dobrado!!!!!!

    Quando o homem é pequeno ele pergunta pra mãe:

    -Mãe cadê minha cueca?

    Quando ele se junta com uma mulher...

    -Amor,cadê minha cueca?

    Hahahahahaha homem é igual computador,a gente coloca giga no bichinho pra ele ficar mais esperto hahahahahahaha!

    Namorar é gostoso demais morar junto é muito diferente, conclua seu curso e sua faculdade primeiro,depois mais madura,mais segura de sí pense em morar junto ou casar.
    Com o casamento vem um monte de obrigações,uma pressão enorme para engravidar logo,e se vc está psicologicamente frágil,não case,não more junto!

    Digo que uma terapia cairia do céu agora,se você quiser e se sentir bem em fazer,esta é a hora.

    Só não se entregue a depressão,não deixe o desleixo tomar conta da sua vida,erga-te mulher!

    Beijinhos ^^



    ResponderExcluir
  4. Olá! Poderia dar sua opinião quanto ao meu blog? Gostaria de apoio para continuar com os posts. Obrigada.

    http://shhhanorexic.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Cassie, sabe... Eu andei lendo todas as suas postagens e vi através da tela fria do computador uma pessoa legal, boa e tem um futuro brilhante pela frente! Não deixe que essa doença idiota (depressão) vença você, porque você é forte. E sabe, minha opinião aqui sobre morar junto...... Pensa bem sobre isso, se você não quer ter filhos e casar... Morar juntos é quase um casamento e um passo para os filhos, mas isso se você quiser. Te desejo tudo de bom, beijão!!!!

    ResponderExcluir
  6. Olá lindinha =)
    Li seu post com toda atenção do mundo e eu senti de verdade o que vc quis dizer... Eu sei que talvez eu pense diferente de ti, eu não tenho depressão, mas eu sei mt bem como é querer sumir, dar um tempo de tudo, se isolar.. eu sei como é estranho o fato de largarmos algo q esta nos animando e nos interessando so pela vontade inconsciente(ou talvez bem consciente) de ficar em casa se tornando a cada dia mais inútil e sim, usando a comida como conforto, e apesar de sabermos tudo isso continuamos lá.. pensando na vida e num jeito de acabá-la mesmo sabendo q n teríamos a coragem. é difícil, é complicado, mas passa. e qdo passa a gnt corre atrás do prejuízo.
    espero que vc fique bem, amor!!
    e a ideia de morar com o namorado, se vc o ama de verdade, seria perfeito! nada melhor do que conviver com alguém q vc ama e q te ajuda em mt coisa. Prosperidade p vcs!
    e qnto ao psiquiatra.. ÓTIMA IDEIA.
    faz isso ja q tu pode amor,q tu é independente.. eu daria tudo p ser adulta e poder ter esse controle sabe? de ir lá e fazer. mas n é assim.
    enfim, bjão amr, força smp! torço por ti

    ResponderExcluir
  7. sempre que eu estou muito triste eu penso:
    eu vou superar! já venci coisas muito piores!
    é isso aí, pense assim também e boa sorte ;)

    ResponderExcluir
  8. ''Eu queria poder dormir e acordar só daqui há uns dois anos.'' Vc me descreveu nesse post né ? Só pode, eu tenho tentado ficar feliz, mostrar q nada me abala mas no fundo eu tõ com depressão, vontade de morrer, sei lá :x
    E quer saber ? Eu tbém já pensei em me suicidar, eu q nunca falei disso no blog, nem com ninguém ... Mas morrer não vai resolver os nossos problemas, seremos fortes, voce vai terminar sua faculdade, ganhar muito dinheiro, ser feliz, quem sabe até casar com seu namorado ... Já imaginou ? Olhar pra trás e ver q a pior parte do pesadelo já passou, já pensou em conseguir largar a ana/mia ? Vamos largar se Deus quiser, seremos felizes, nossos sonhos serão realizados um a um, essa maré de depressão vai passar ! Já passamos por coisas muito piores tenho certeza, então força, fé e foco ! Vamos vencer na vida, vencer em tudo !

    ResponderExcluir
  9. Eu também ja escrevi cartas de suicídio e tenho posts salvos para a ocasião, mas na hora eu nunca tenho coragem. Acho que por mais que ninguém se importe comigo, se algo acontecer, sempre alguém vai sofrer e vai sofrer de verdade. Agora ninguém se importa, mas sempre somos importantes para alguém...

    Não se entregue à depressão! Quanto mais vc se sentir dominada, mais a doença vai te dominar!
    E, por tudo mais sagrado, volte para o curso de moda! Moda é tudo! Eu adoraria seguir as tendências e fazer um curso...

    Concordo com a Anita... A gente quando namora é uma coisa, mas conviver com um namorado pode ser ruim. Ainda mais quando você gosta tanto de liberdade e não gosta de dividir nada... Eu nunca morei com o meu namorado, mas ja passei duas semanas só com ele dentro de casa e tive uma péssima experiência de como seria morar junto. Brigávamos por tudo: como fazer arroz, como lavar a louça, quem ia levar o lixo, roupas sujas fora do cesto, cama desarrumada, eu implicava que ele só queria ficar no computador e quando eu ia pro videogame ele reclamava que eu só queria ficar lá... Foi um desastre que prometemos não fazer nunca mais. o máximo que eu passo lá depois disso são dois dias.
    Eles são crianças grandes mesmo! Percebi isso de diversas formas e cheguei a conclusão que eu nunca vou querer morar com ninguém. Poderei até casar, mas um casal que eu conheço: cada um tem seu apartamento, no mesmo prédio, mas dois andares separando um do outro.

    Acho que você deve se formar, dar um tempo pra sua depressão e para você lidar com ela, para então pensar em morar junto.
    Um psiquiatra ou um psicólogo seria bom... Nem que fosse ao menos pra você ouvir de alguém (que sabe ou deveria saber o que é certo) o que fazer...

    No mais, se cuida e não fica sumida daqui não.
    <3

    ResponderExcluir
  10. eei adorei seu blog, segue? :D
    e fica assim não :/ tudo ficará bem :*

    ResponderExcluir
  11. Cassie...Já pensei em suicídio também. Mas deixaria uma carta pra minha mãe falando de todas as vezes que ela me chamou de gorda, de todos os sonhos que eu tinha dela me chamando de gorda, de todas as vezes que ela me chamou de monstro, de todas as vezes que ela me negou comida...porque eu sou gorda. Quando estou com NF e LF, sonho que estou comendo meus chocolates, meus bolos, doces e tudo que adoro...e sabe quem tá la? minha mae! todas as vezes que ela gritou comigo, me empurrava mais um pouco para o fundo. Valeu, Mãe, agora vou ficar magrinha...morta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já pensou em mandar a frustrada da sua mãe pro inferno e viver sua vida, longe da opinião dela? acho que a vida de vocês duas está num circulo vicioso, sua mãe desconta as frustrações dela, te ofendendo e você absorve a personalidade dela e as frustrações dela, aceitando o rotulo de gorda que ela lhe impõe e depois se faz de vitima, para castigar a frustrada da sua mãe!

      quebre o circulo, mande ela às favas, cuidar da saúde mental dela, erga a cabeça e viva a SUA vida!

      Ou, mostre que é fraca, incapaz, que dá mais valor á opinião dos outros, e é um capacho de auto-piedade, e se mate, é mais fácil e menos dolorido, do que se mostrar forte e poderosa, acima da opinião alheia!

      Excluir
  12. As vezes passa tantassssssss coisas em nossa mentes!
    São "oficinas" que trabalha o tempo todo, e as vezes junto com o mal do século, a depresão, nos faz pensar em suícidio e outras coisas!

    Mas sei que falar, é bem mais fácil que fazer. Respire fundo. Tente focalizar novamente o seu curso de moda, pensei bem! Repeense. Poxa vida era algo que gostava tanto, aliás, gostava não gosta! Mas a bendita depresão nos faz pensar o contrário, sei que forças para sair dela é dificil... mas lute! Mas do que já esta!

    Eu também me pergunto porque meu esposo meu aguenta por tanto tempo!
    Sabe, as vezes seria uma boa, vc ter ele por perto de vc... talvez a experiência seja válida! Tente, não fique pensando muito, se não, não vai rolar! Eu entendo quando fala da privacidade.... pois tb nunca imaginei casada ou qualquer coisa do genero!

    Olha, espero que hoje, 20 de dezembro esteja bem! Ou pelo menos melhor que quando escreveu!
    Dar notícias a nós! Ficamos preocupadass!

    Eu tinha sumido um pouco devido a cirugia cardíaca do meu pai e outros por menores! Que tb incluir minha bendita derpesão e minha bipolaridade!


    Abraços!"

    ResponderExcluir
  13. Gata, não desiste não. Levanta essa cabeça!

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Princesa, nn deixa a cabeça cair se nn a coroa cai! :)
    E visitem meu blogzinho, bjoooes

    ResponderExcluir
  16. >ATENÇÃO A QUEM QUISER CONVERSAR, EM ANÔNIMO OU NÃO, DIVIDIR EXPERIÊNCIAS, FRUSTRAÇÕES E MOTIVAÇÕES, ME CONTATEM NESSE EMAIL CECILIANAMIA@HOTMAIL.COM

    Tenho 16 anos. Sofro por falta e motivação assim como muitas de vocês mas, se pudermos dividir nossas secretas vidas ana-mia, tudo ficará mai fácil para nós. Deixem um comentário aqui e me enviem emails. VAMOS LÁ! E para você, querida Cássie, lhe desejo força. Venham, garotas! vocês nem precisam se identificar, podem criar emails falsos, não temos NADA a perder.

    cecilianamia@hotmail.com

    ResponderExcluir
  17. Adorei o blog, desculpem publicar aqui, mas sempre é bom mostrar um novo blog, um novo espaço com dicas diferentes e opiniões diferentes.

    Quem puder dar uma olhada e comentar eu agradeço

    http://theplaszow.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir