domingo, 17 de outubro de 2010


O desmaio. O desespero de acordar e não saber onde está, até se recordar o desespero já está por completo. O chão gelado. A dor. As lágrimas. O sangue. Tudo o que me recordo é somente isso, e mais nada. Como vim parar aqui, uma cama de hospital, um lugar apavorante. O lugar onde mais temia, mas sabia que um dia isto iria acontecer, sempre soube de todas as conseqüências, de todos os obstáculos e do meu principal objetivo. Agora a escolha é entre a vida e a morte, não tem outras escolhas, não existe outras saidas, eu entrei nessa e terei que escolher. Eu jamais pensava que iria chegar a este ponto de não suportar o cheiro muito menos o gosto desta terrível coisa que pode-se dizer que é o nosso combustível da vida.

Escrito por @viiick__



Nenhum comentário:

Postar um comentário